Quem Descobriu (Ou Inventou) a Matemática?

Escrito por Lucas Oliveira

Equipe de autores da ArqBahia.

Uma origem complexa

Já se pegou fazendo um cálculo e dizendo: “Pelo amor de Deus, quem descobriu isso?” Você não está sozinho.

Questionar a origem da matemática é algo comum, mas a resposta pode ser mais complexa do que imaginamos. Nesse quesito ela se aproxima muito de se perguntar a origem do fogo. Não há um ponto exato de origem, é algo que foi descoberto (ou inventado, né!) por diversas civilizações devido a necessidade de criar um conceito que expressasse quantidades (e fazer manipulações com esses conceitos, como de falta ou soma!).

Isso, entretanto, é válido para a ideia mais primitiva da matemática. Quando se trata de conceitos avançados, como a criação do zero ou, por exemplo, o cálculo infinitesimal, nós conseguimos traçar a origem para uma localidade geográfica ou até mesmo uma pessoa!

Descoberta ou invenção?

Se eu conheço bem uma mente curiosa, eu tenho certeza de que você não está satisfeito, não é mesmo? Mesmo que uma pessoa ou país seja a origem, você deve se perguntar: “Mas ele descobriu ou inventou esse conceito matemático?”.

A sua pergunta, na verdade, esconde um debate muito profundo:

Os conceitos matemáticos sempre existiram, aguardando por nós para serem desvendados, ou foram inventados por nós para descrever e facilitar nossa relação com o mundo?

Na Antiguidade, os gregos acreditavam que a matemática era um presente divino. Para filósofos como Platão e matemáticos como Euclides, os conceitos matemáticos eram reais, existindo antes mesmo de serem percebidos por nós, da mesma forma que os planetas existiam antes de serem descobertos.

Para eles, a matemática era intrínseca à natureza, uma parte do tecido do universo. Porém, isso já não é uma verdade para nós. Hoje em dia, esse é um debate profundo, para o qual não há uma resposta única.

Para exemplificar, podemos mostrar o vídeo da youtuber, Julia Jaccoud, licenciada e mestranda em Matemática pela USP, que fez essa pergunta para especialistas no assunto.

Para Artur Avila, medalhista Fields em 2014, a resposta é: “foi descoberta”. Porém para John Bush, professor do famoso instituto americano MIT,: “Quando você olha uma flor, descobre matemática. Mas isso é a natureza, e nós criamos a linguagem matemática.” Já o senegalês Khadim War, deixa ainda mais difícil: parte foi descoberta, parte inventada. 

Difícil, né? No meu caso pessoal, concordo mais com o John Bush e, inclusive, achei a metáfora dele muito bonita.

Para você não terminar esse artigo com a cabecinha mais confusa do que entrou, separamos algumas descobertas (ou invenções…) importantes da matemática e seus criadores!

Anúncio

Invenções importantes na matemática

Cálculo Diferencial e Integral:

Isaac Newton e Gottfried Wilhelm Leibniz são frequentemente creditados com a criação do cálculo, embora tenham desenvolvido abordagens independentes. Newton já até mesmo acusou Leibniz de plágio!

Geometria Euclidiana:

Euclides é o autor dos “Elementos”, um dos mais importantes tratados de geometria, que estabeleceu os princípios fundamentais da geometria euclidiana.

Álgebra:

Os matemáticos árabes, como Al-Khwarizmi (cujo nome deu origem à palavra “álgebra”), desempenharam um papel fundamental no desenvolvimento da álgebra.

Teoria dos Números:

Pierre de Fermat e Leonhard Euler fizeram contribuições significativas para a teoria dos números, incluindo o último teorema de Fermat e a função totiente de Euler.

Teoria dos Conjuntos:

Georg Cantor é amplamente reconhecido por seu trabalho na teoria dos conjuntos, incluindo o conceito de cardinalidade e os números cardinais.

Geometria Não Euclidiana:

Nikolai Lobachevsky e János Bolyai são considerados os fundadores da geometria não euclidiana, que desafiou os postulados de Euclides e levou ao desenvolvimento de diferentes geometrias.

Lógica Matemática:

George Boole é conhecido por suas contribuições à álgebra booleana, que é a base da lógica matemática moderna.

Teoria dos Grafos:

Leonhard Euler é frequentemente creditado com a criação da teoria dos grafos ao resolver o problema das Pontes de Königsberg.

Álgebra Linear:

Carl Friedrich Gauss e Évariste Galois fizeram contribuições fundamentais à álgebra linear e à teoria dos grupos, respectivamente.

Teoria dos Conjuntos de Fractais:

Benoît B. Mandelbrot é famoso por introduzir a ideia de fractais, que são conjuntos matemáticos complexos com auto-similaridade.

Referências

Viana na Folha: “A matemática é criada ou descoberta?” | IMPA – Instituto de Matemática Pura e Aplicada

https://www.mcpsmt.org/cms/lib/MT01001940/Centricity/Domain/1062/Articles%20-%20Math%20invented%20or%20discovered.docx

livio.pdf (sfu.ca)

Introdução à história da matemática (ufmg.br)

Deixe um comentário