8 Frases Estóicas Para Reavaliar a Vida

Escrito por Lucas Oliveira

Equipe de autores da ArqBahia.

Que tipo de vida vale a pena ser vivida? Essa questão permeia as reflexões humanas ao longo da história, e hoje vamos mergulhar 2.300 anos no passado, direto para Atenas, Grécia Antiga. O local de destaque na época era a Ágora de Atenas, um espaço público vibrante onde comércio, debates políticos e filosofia coexistiam. De lá, emergiu uma filosofia que transcendeu séculos e chegou até nós: o estoicismo.

O que é o estoicismo?

O estoicismo teve seu ponto de partida no Pórtico Pintado, onde Zenão de Cítio começou a expor suas ideias. A história de Zenão, que perdeu tudo em uma tempestade no Mar Mediterrâneo, é emblemática. Diante da adversidade, ele buscou refúgio na racionalidade, dando origem ao estoicismo, uma filosofia que utiliza a razão para lidar com emoções, evitar vícios e cultivar virtudes.

Apesar de nos dias de hoje o estoicismo ser pregado como uma filosofia de pessoas “duronas”, sem emoções, esse conceito é visto de forma diferente para os verdadeiros estoicos. Essa filosofia, na verdade, tem seu foco na transitoriedade das coisas da vida.

Ou seja, não podemos nos deixar dominar pelos extremos da paixão. Não ficar felizes demais por ter conseguido algo, ou tristes demais por ter perdido algo. Tudo passa. Identificar o que controlamos e o que não controlamos é o primeiro passo para alcançar a tranquilidade.

Epicteto

Epicteto foi um filósofo estoico grego que viveu no século I d.C. Sua filosofia destacava-se pela ênfase na ética, autocontrole e aceitação serena das circunstâncias da vida. Apesar de ser um escravo durante sua juventude, Epicteto dedicou-se ao estudo da filosofia e, eventualmente, ganhou sua liberdade. Seus ensinamentos foram registrados por seu aluno, Arriano, em “Encheirídion” e “Discursos”, obras que influenciaram gerações posteriores de filósofos.

Anúncio

Marco AUrélio

Marco Aurélio foi um imperador romano e filósofo estoico, conhecido por suas contribuições significativas à filosofia prática. Reinou como imperador de 161 a 180 d.C., durante um período desafiador da história romana. Sua obra mais conhecida, “Meditações”, é uma coleção de reflexões pessoais e princípios éticos que delineiam sua abordagem estoica diante das adversidades da vida e do exercício do poder.

Sêneca

Sêneca, um dos mais proeminentes filósofos estoicos da Roma antiga, viveu no século I d.C. Além de suas contribuições filosóficas, Sêneca destacou-se como dramaturgo, orador e conselheiro do imperador Nero. Sua filosofia estoica era centrada na busca da sabedoria e na prática da virtude como meios para alcançar uma vida plena e significativa. Em suas numerosas cartas e ensaios, como os “Diálogos” e “Da Brevidade da Vida”, Sêneca explorou temas como a necessidade de enfrentar a morte com serenidade, a importância da autossuficiência emocional e a responsabilidade individual no cultivo da sabedoria.

Referências

O post terminou, mas ainda haverá muito mais sobre o estoicismo. Então, se você gostou, pode adicionar nosso site aos favoritos ou então ativar as notificações para ficar sabendo das novidades. Um grande abraço!

Books by Seneca (Author of Letters from a Stoic) (goodreads.com)

Epicteto: quem foi, filosofia e ideias principais – Sua Pesquisa

Marco Aurélio – Wikipédia, a enciclopédia livre (wikipedia.org)

Deixe um comentário